Viação Praiana completa 51 anos

Publicado em: 17/07/2014 14:49

A Viação Praiana, tradicional empresa de transporte intermunicipal do litoral norte catarinense, completou neste dia 17 de julho, 51 anos de fundação. Criada em 1963 por quatro sócios, a Praiana vem, desde então, atendendo à comunidade e transportando milhares de pessoas por dia, permitindo que elas possam trabalhar, estudar ou cumprir outras atividades de seu cotidiano. A empresa trabalha, desde sempre, visando a segurança de seus usuários. A tese é confirmada por um dado: Desde 1963, nunca teve um acidente com vítimas fatais na Praiana. Saiba um pouco mais sobre os 51 anos da empresa:

 

A família como base para uma empresa de sucesso

 

Desde 1963, quando foi fundada por quatro sócios, a Viação Praiana já tinha em seu DNA uma de suas principais características: ter a família como base de tudo. Quando Marco Aurélio Seára, Vilson Antônio Ern e João Germano Kracik, trabalhando como motoristas, se juntaram a Maria Edite Castro Leite, na administração, nasceu uma empresa que, nas décadas seguintes, se tornaria referência na região. E trabalhar ao lado de pessoas por quem se tem um carinho especial com certeza foi fator essencial nessa história.

 

“Meu pai e os sócios começaram aos poucos. Em 1975, adquiriram a linha Itajaí-Tijucas da Viação Catarinense. Depois, compraram a Marazul e Cia. Turismo Camboriú, que hoje é a Camboriú Transporte e Turismo – CTT”, conta Marco Aurélio Seára Jr., atual diretor administrativo da empresa. Na primeira década, a Viação Praiana transportava cerca de mil passageiros por dia. Uma prova de que a empresa cresceu vertiginosamente é que esse número, hoje, beira os 20 mil passageiros diariamente.

 

Uma das maiores preocupações da Praiana desde sua fundação são seus colaboradores. Hoje são, aproximadamente, 200 funcionários, que recebem da empresa o carinho com que devem tratar os usuários. Premiações e políticas de valorização dos funcionários são uma prática comum da empresa.

 

 

A Viação Praiana trabalha sempre em busca da melhora no serviço entregue aos clientes. Uma prova disso é a linha Bem Bom, inaugurada em 2001 após um estudo guiado que apontou as necessidades dos usuários. A empresa também tem uma preocupação social e, por isso, foi a primeira empresa de transporte coletivo intermunicipal a oferecer aos clientes ônibus com elevador hidráulico, plataforma específica para deficientes físicos. Romy Kracik Langfeldt, diretora da Praiana, resume bem a fiosofia da empresa: “Nestes 51 anos de história muita coisa mudou, mas nossa preocupação com o usuário sempre foi a mesma. Queremos tratar nossos clientes como eles são tratados por suas famílias. Afinal, a família é a base de tudo sempre”.